NA LUZ DO AMOR (mensagem de Chico Xavier)

NA LUZ DO AMOR (mensagem de Chico Xavier)

Meus queridos irmãos e distintas irmãs de nosso ideal com Jesus, supliquemos juntos ao Senhor as dádivas do entendimento e da paz, da fé e do amor fraternal ante a infinita misericórdia de nosso Pai, manifesta entre nós em luzes e bondade inexcedível. Temos a considerar por gratidão e reconhecimento a amizade sincera que nos devemos uns aos outros, o esforço pela adoção da mensagem de Amor...

14 de setembro de 2012 
O INSTITUT AMÉLIE BOUDET

O INSTITUT AMÉLIE BOUDET

Como se sabe, a Doutrina Espírita se constitui na Terceira Revelação, o Consolador prometido por Jesus quando ainda encarnado para cumprimento da Sua Missão propiciadora da Segunda Revelação, sendo certo, igualmente, que o trabalho de Allan Kardec foi dirigido pelo Espírito de Verdade, a quem o Divino Mestre se referiu explicitamente como sendo aquele que seria o Consolador, tanto quanto se...

26 de junho de 2012 
FIDELIDADE DOUTRINÁRIA

FIDELIDADE DOUTRINÁRIA

Francisco Cândido Xavier afirmava: “Cada um é responsável pelas imagens que cria na mente dos semelhantes.” e: “Nunca joguei a Verdade na cara de ninguém.”; Emmanuel aconselhava ao missionário da mediunidade com Jesus: “Se estiverem em conflito o que eu disser e as lições de Kardec, fique com Kardec.” e Allan Kardec disse: “Somente se pode dizer espírita quem envida todos os esforços...

17 de junho de 2012 
DESVINCULE-SE DO MAL

DESVINCULE-SE DO MAL

Primeiramente devemos analisar o que é o Mal, entendendo-o como tudo que contraria a Lei Divina, que se resume em “amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos”. Aprofundando a sonda da observação sincera sobre nossos pensamentos, sentimentos e ações, teremos ideia clara do quanto ainda temos de sintonia com o Mal. Os defeitos morais do orgulho, egoísmo e vaidade representam...

25 de maio de 2012 
O INTERCÂMBIO COM O MUNDO ESPIRITUAL

O INTERCÂMBIO COM O MUNDO ESPIRITUAL

Apesar de Allan Kardec, homem culto, certamente ter conhecimento sobre a comunicabilidade entre os vivos e os chamados “mortos” – através dos fatos relatados no Antigo e no Novo Testanento e em vários outros livros, sobretudo os religiosos, não só do Cristianismo, como de outras correntes religiosas – ficou grandemente surpreso com as revelações que foi gradativamente tendo sobre o mundo...

23 de maio de 2012 
A COMPREENSÃO DAS DIFERENÇAS

A COMPREENSÃO DAS DIFERENÇAS

Para muita gente o estrume provoca aversão e desprezo, mas, para o biólogo, representa um elemento valiosíssimo, indispensável para que uma semente se transforme gradativamente em árvore frondosa ou numa roseira, que enriquecerá os jardins do mundo, exalando perfumes preciosos. O lírio somente se desenvolve nos terrenos pútridos. A Sabedoria e o Amor Divinos estabeleceram que todos os seres...

22 de maio de 2012 
A UTILIDADE DA NOSSA VIDA

A UTILIDADE DA NOSSA VIDA

Enquanto a maioria dos nossos irmãos em humanidade luta pela mera sobrevivência material, sem chances reais de garantir a própria segurança no emprego, alguns de nós  recebem expressiva quantidade de benesses, de que se julgam merecedores, usufruindo-as egoisticamente. Uns acumulam o supérfluo em detrimento da multidão, que sofre de carência do básico. A noção de reencarnação ensina que...

30 de abril de 2012 
O DINHEIRO

O DINHEIRO

Como se sabe, nos tempos mais recuados da História não havia o dinheiro, sendo que se trocavam mercadorias como forma de pagamento pelas que eram adquiridas. Até hoje há, em alguns pontos do globo, comunidades primitivas que ainda adotam esse procedimento, como verdadeiras exceções no contexto mundial. O dinheiro significou uma evolução para a humanidade, entrando a figura do Estado como entidade...

27 de abril de 2012 
A SIMPLICIDADE

A SIMPLICIDADE

Sabemos que Jesus é o modelo de todas as virtudes acessíveis aos Espíritos ligados ao nosso planeta. A simplicidade, que é a virtude oposta ao defeito moral da vaidade, foi exemplificada pelo Divino Mestre num grau nunca antes ou depois igualado, por exemplo, quando, apesar de reconhecer-se mestre (professor), recusou o qualificativo de Bom, afirmando que apenas o Pai merecia esse adjetivo. Afinal,...

27 de abril de 2012 
REFLETINDO SOBRE A SEXUALIDADE

REFLETINDO SOBRE A SEXUALIDADE

Os 10 Mandamentos, recebidos mediunicamente por Moisés, na certa foram estabelecidos sob aquele formato por ordem do próprio Jesus, o Divino Governador da Terra, o qual, conhecedor profundo da alma humana,  nas limitações intelecto-morais que nos caracterizava então, contemplou como uma de suas regras a de “não cobiçar a mulher do próximo”. Naturalmente que assim o fez porque sabia que...

26 de abril de 2012