AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS

AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS

Jesus resumiu os 10 Mandamentos em 3 através da frase: “Amai a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a vós mesmos”, compreendendo-se aí o amor a Deus, o amor ao próximo e o amor a nós mesmos. Trata-se o primeiro do mais importante: enquanto o Espírito não reconhece sua filiação divina e habitua-se a dirigir-se ao Pai através da oração, sua compreensão sobre os outros mandamentos...

20 de fevereiro de 2012 
A PATERNIDADE DIVINA

A PATERNIDADE DIVINA

A contribuição mais importante que alguém pode dar a outrem é auxiliá-lo  a sustentar sua fé em Deus. Caminheiros da evolução, muitos de nós ainda duvidam da sua filiação divina, a qual nos garante a ligação permanente com a Fonte Divina de todos os bens destinados às criaturas. Aqueles que estão inseguros na fé sentem-se muitas vezes desamparados e enveredam pelos extremos nocivos...

17 de fevereiro de 2012 
DISSOLVER AS MÁGOAS

DISSOLVER AS MÁGOAS

Garantir o pão de cada dia é uma das obrigações que temos durante a vilegiatura terrena: o trabalho é o meio natural para alcançarmos esse objetivo. Todavia, é incontável o número daqueles que, nessa luta, enrijece o coração, guardando mágoas antigas como verdadeira armadura para submeter-se às disciplinas e aos esforços mais rudes a fim de mais cedo alcançar a aparente tranquilidade...

15 de fevereiro de 2012 
DESCONGELAMENTO DAS EMISSÕES MENTAIS

DESCONGELAMENTO DAS EMISSÕES MENTAIS

Deus nos alerta, através da nossa consciência, para valorizarmos o trabalho alheio. Quantas utilidades produzimos, melhorando a vida das pessoas e de quantos benefícios usufruímos, provenientes do esforço dos nossos irmãos! Todavia, costumamos ficar tão concentrados nos nossos próprios interesses que supervalorizamos nossa atuação e não nos lembramos de olhar com simpatia e agradecer, de...

14 de fevereiro de 2012 
JESUS VEIO ENSINAR A IGUALDADE

JESUS VEIO ENSINAR A IGUALDADE

Na sua brilhante palestra “A Caminho da Luz”, Haroldo Dutra Dias analisa as informações veiculadas pelo Espírito Emmanuel, em sua obra de igual nome, psicografada por Francisco Cândido Xavier, destacando a presença de dois povos originalmente terrenos: os africanos e os chineses e a vinda de Capela de quatro correntes migratórias: os indianos, os hebreus, os egípcios e os arianos (futuros...

13 de fevereiro de 2012 
GRAVE AS BOAS LEMBRANÇAS (frase)

GRAVE AS BOAS LEMBRANÇAS (frase)

Grave as ofensas e dissabores na areia da praia, para que as ondas as levem e os bons momentos insculpa na rocha, para que sejam fixados para sempre. A vida merece as boas lembranças.
12 de fevereiro de 2012 
ESCOLHER ENTRE O BEM E O MAL

ESCOLHER ENTRE O BEM E O MAL

Divaldo Pereira Franco conta, em uma de suas palestras, que tentou, durante muitos anos, aplacar em um de seus filhos mais rebeldes, a compulsão para a violência, mas tudo parecia inútil, pois o jovem, cada vez mais adiantado em anos, sempre que contrariado, sentia o desejo de matar. Como recurso extremo, conseguiu a promessa do pupilo de que, se percebesse que o desejo homicida fosse irresistível,...

10 de fevereiro de 2012 
A BÊNÇÃO E A RESPONSABILIDADE PELO CORPO FÍSICO

A BÊNÇÃO E A RESPONSABILIDADE PELO CORPO FÍSICO

Quando se constata que o número de pessoas que comete suicídio indireto através da drogadição, alcoolismo, tabagismo, irritabilidade constante, depressão e outras formas de “envenenamento fluídico” do corpo físico, ficamos perplexos com a desinformação dessas pessoas, que vitimam a si próprias, chegando à desencarnação prematura, como aconteceu com o próprio Espírito André Luiz,...

10 de fevereiro de 2012 
AUTOCONHECENDO-NOS

AUTOCONHECENDO-NOS

A Doutrina Espírita não restringe suas orientações à prática do Bem, a qual é importante, mas, por si só, não ocasiona a completude do Espírito, que também necessita desenvolver-se intelectualmente, daí surgindo a afirmação de que temos duas asas: a inteligência e a moralidade. Infelizmente, o autoconhecimento fica, por muitos, relegado a um segundo plano, restringindo-se grande parte...

9 de fevereiro de 2012 
DEIXAI AOS MORTOS A TAREFA DE ENTERRAR SEUS MORTOS

DEIXAI AOS MORTOS A TAREFA DE ENTERRAR SEUS MORTOS

Quando Jesus afirmou: “Deixai aos mortos a tarefa de enterrar seus mortos” não estava nos aconselhando a desprezar os que ainda vivem  apegados às coisas materiais e incapazes de realizar a reforma interior. Propunha-nos seguir adiante na conquista da nossa iluminação interior, pois cada um tem sua própria “estrada de Damasco”, ou seja, estará maduro espiritualmente quando tiver reunido...

9 de fevereiro de 2012